Etiquetas

quarta-feira, 29 de março de 2017

EXISTEM MIL MOTIVOS PARA CHORAR

Ou é de mim, do tempo, do pensamento, da doença ou por que sim, ando mais chorão. Noto isso, quando assisto às séries de televisão. Qualquer coisa me faz chorar e às vezes nem sei bem porquê. Sei que se pode chorar de raiva, de medo, de decepção, de felicidade (por que não!) ou por outras emoções. Eu choro… por que sim.
Ou é de mim ou vejo “as coisas”, a própria vida de maneira diferente. Não sei.
O que sei, com toda a certeza, é que ando mais chorão. Choro quando confrontado com o sofrimento alheio ou o próprio sentimento, de saudade, por um passado que não volta, por ti, por mim e, sobretudo, choro por que me apetece chorar.
Um homem não chora, diziam-me em pequeno, e com esta mesma frase despoletavam em mim o choro, sempre contido, sempre só meu.
Seja por que motivo for, ando mais chorão. Uma música (sobretudo a letra), um poste no F.B., uma saudade que aperta, tudo me serve de pretexto para chorar.
Dizem que é normal chorar quando a sensibilidade nos acompanha. Na verdade, chora-se por ser frágil ou forte, ser odiado ou amado ou por outros motivos que não alcanço.
Enfim, existem mil motivos para chorar e outros tantos para ficar calado.… Só é preciso encontrar um motivo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...